Conheça 4 perfis de investidores e saiba qual é o seu

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

perfis de investidores

Para investir com segurança, o investidor precisa conhecer seu perfil, pois somente assim evitará fazer aplicações em títulos que não são compatíveis com sua natureza, perdendo dinheiro e expondo-se a riscos desnecessários.

O perfil de investidor é obrigatório para quem deseja aplicar nas opções da Bolsa de valores. As corretoras de investimentos também procuram, antes que a pessoa faça qualquer investimento, identificar o perfil de investidor dela.

Veja abaixo 4 tipos de perfis de investidores e descubra o seu!

Os perfis de investidores

1. O perfil conservador

Entre os perfis de investidores, um dos que mais se destacam é dos conservadores, ou seja, aqueles que não estão dispostos a correr muitos riscos e preferem a segurança a uma maior rentabilidade. O conservador também prefere uma maior liquidez em seus investimentos, ou seja, um resgate mais rápido, com poucas perdas.

Por esse motivo, ele prioriza a renda fixa, investindo pouco em renda variável. A renda fixa, representada pelos títulos do Tesouro Direto, CDBs, LCIs, LCAs, debêntures e outros investimentos, apresentam retornos mais previsíveis. Mesmo assim, ele pode investir uma pequena parcela de seu capital em ações ou fundos de ações.

2. O perfil moderador

Esse é o tipo de perfil meio-termo entre o perfil conservador e o arrojado. Trata-se do investidor que está disposto a se arriscar um pouco mais, a ir além do conservador no que se refere a maior rentabilidade.

Assim, o investidor moderado assume correr riscos maiores para receber melhores rendimentos, mas sem exagerar. Ele consegue dividir sua carteira de investimentos, optando por renda fixa e variável, ainda que a primeira prevaleça sobre a segunda.

Apesar de ousar correr riscos maiores, se tiver que optar entre riscos muito elevados e rendimentos mais comedidos, mas garantidos, ele optará certamente pela última opção.

perfis de investidores

Em renda variável, o investidor moderado costuma aplicar em fundos multimercados e ações.

3. O perfil arrojado

Trata-se de um perfil mais avançado no que refere a correr riscos e perdas, principalmente em médio e em longo prazo. O investidor arrojado entende que o nível de rentabilidade está muito associado ao nível de risco e, por esse motivo, está disposto a sofrer riscos mais altos se eles prometerem rendimentos mais fartos.

Visando objetivos de longo prazo, o investidor arrojado mantém sua carteira de investimentos sujeita à volatilidade enquanto o capital estiver em fase de acumulação (período de duração do investimento).

Apesar de se dispor a sofrer riscos, o investidor arrojado faz tudo de forma calculada, evitando investir sem fazer projeções. Ele arrisca, mas com bom senso, visando ganhos maiores e não prejuízos desnecessários.

4. O investidor agressivo

Esse é o último dos perfis de investidores desta lista. Trata-se do perfil arrojado levado ao máximo grau. O investidor agressivo anseia por rendimentos ainda maiores que os do agressivo e está disposto a passar por riscos não calculados.

Nesse sentido, ele se torna um tanto incoerente, pois se não calcula os riscos, as chances de prejuízos financeiros também se tornam maiores, o que pode comprometer os lucros.

Geralmente, toma iniciativas por conta própria, sem consultar assessores/consultores financeiros da corretora, movendo-se mais pela emoção que por análises calculistas e precisas. Costuma ignorar parâmetros e deixar de lado o histórico das ações, por exemplo. A análise fundamentalista e a análise técnica nem sempre são levadas em conta.

O investidor agressivo costuma comparar o mercado financeiro a um cassino e geralmente faz apostas altas, movido pelo desejo de aventura, pela incerteza dos resultados e almejando grandes conquistas.

Qual desses perfis de investidores mais se compatibiliza com você? Você se considera conservador, moderado, arrojado ou agressivo? Deixe seu comentário!

Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×